jusbrasil.com.br
10 de Dezembro de 2018
    Adicione tópicos

    Começa operação do MPT no Hospital Centenário em São Leopoldo

    Força-tarefa busca adequar saúde e segurança dos trabalhadores em hospitais

    Ministério Público do Trabalho
    há 6 meses

    São Leopoldo - Teve início ontem (12/6), na Fundação Hospital Centenário, de São Leopoldo (RS), a nona operação da força-tarefa que busca a adequação das condições de saúde e segurança no trabalho em hospitais no Rio Grande do Sul. A unidade hospitalar tem 787 empregados. São Leopoldo fica na Região Metropolitana, a 36 km da Capital, Porto Alegre. O grupamento operativo é coordenado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

    O objetivo é investigar condições de saúde e de segurança dos trabalhadores em todos os postos de trabalho, à semelhança do que é feito nos frigoríficos, desde janeiro de 2014, e nas arrozeiras, desde agosto de 2017.

    Os principais problemas enfrentados no setor são doenças de coluna pelo esforço de movimentar pacientes, acidentes com perfurocortantes e contaminação biológica. O grupo foi recebido pela presidente Quelen da Silva e pelo vice-presidente administrativo Anésio Bohn. Foram solicitados 86 documentos à empresa leopoldense.

    Os integrantes da operação se dividiram em quatro equipes para otimizar a fiscalização: ergonomia, saúde do trabalhador e da trabalhadora; dimensionamento de pessoal, segurança e habilitação; responsabilidade profissional. A inspeção deverá se estender até sexta-feira (15/6), quando a empresa será notificada do resultado.

    Mãe de Deus e Conceição (Porto Alegre), Unimed e Virvi Ramos (Caxias do Sul), Tacchini (Bento Gonçalves), Dom João Becker (Gravataí), São Vicente de Paulo (Passo Fundo) e Santa Cruz (Santa Cruz do Sul) foram os oito primeiros investigados. As operações da força-tarefa continuarão ao longo de 2018.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)